Como escolher a opção fitness certa para você

Saiba quais são os treinamentos aconselhados para os três objetivos mais buscados nas academias

Rossana Silva, Especial

Seja em prol da boa forma ou pela saúde, a estação mais quente do ano convida a colocar o corpo em movimento. Se deixar o sedentarismo de lado esteve entre suas metas de Ano-Novo, o momento é propício para colocá-la em prática. Mas, na hora de se matricular na academia, a variedade de treinamentos oferecidos pelas academias pode gerar dúvidas sobre qual das modalidades escolher.

– Os objetivos mais cobiçados são perder peso, aumentar a massa muscular, definir, melhorar o condicionamento cardiovascular e aumentar a força, e as opções para alcançá-los são variadas – explica a personal trainer Ana Paula Viola (foto acima), do Estúdio Pretto. – É preciso entender o que cada pessoa precisa para facilitar na hora de escolher o treinamento mais específico e motivante para chegar lá.

De acordo com a personal, os exercícios devem ser realizados respeitando a individualidade e o condicionamento físico de cada pessoa.

– A primeira coisa é saber o que cada mulher quer de resultado, qual é o objetivo dela. E, depois, iniciar um treinamento progressivo. Se a pessoa é sedentária, caminhadas longas de baixa intensidade e longa duração podem ser um bom começo, para, a partir daí, evoluir com outros exercícios – sugere a personal trainer Valéria Casarotto, da Bio Express e da Moinhos Fitness.

Perder peso

Apesar de exercícios aeróbicos (como corrida ou caminhada) serem os primeiros nos quais se pensa quando a intenção é emagrecer, não é indicado ficar só nisso. O objetivo pode ser atingido por qualquer atividade física:

– O emagrecimento ocorre pelo aumento do gasto energético. Então, qualquer atividade é recomendada, pois as diversas modalidades vão fazer o corpo queimar mais calorias do que se estivesse parado. Exercícios mais intensos consomem mais energia, contribuindo para um maior emagrecimento – explica a personal trainer Ana Paula.

Os treinamentos aeróbicos podem ser feitos na rua (corridas e caminhadas), na piscina (natação e hidroginástica) e nas academias, usando equipamentos ergométricos como esteiras, bicicletas e até remo (foto ao alto). Além de ajudar no emagrecimento, o treinamento aeróbico melhora o sistema cardiovascular, aumentando a disposição para as atividades do dia a dia.

Aumentar a massa muscular

Essa é uma tarefa mais complexa que o emagrecimento – e envolve, sempre, atividades com peso. Treinos realizados com intensidade e cargas adequadas vão trazer bons resultados.

O treinamento de força pode ser feito com máquinas, como a musculação tradicional, ou usando pesos livres ou do próprio corpo, como no treinamento funcional.

Além de promover aumento da massa muscular, essas modalidades proporcionam um ganho de força na musculatura exercitada. Isso se reflete na qualidade de vida e na facilidade nas atividades de rotina: aquela caixa que antes parecia pesada ou aquele degrau que parecia alto deixarão de ser um desafio para um corpo forte.

– Entre a boa e velha musculação ou os treinamentos funcionais, a escolha depende do que agrada e desafia mais a cada mulher – diz Ana Paula.

Definição do corpo

Quem tem este objetivo deve estar atento que a questão é mais conceitual do que propriamente uma resposta ao treinamento.

– Pensando no corpo como uma estrutura em três camadas – sendo a pele a mais superficial, a gordura no meio e os músculos são a mais profunda –, a definição muscular se dá quando a camada de gordura que está entre a pele e os músculos é a menor possível – diz Ana Paula.

Portanto, a definição muscular é o resultado estético de um emagrecimento significativo, em que o percentual de gordura se reduz consideravelmente. Além disso, músculos maiores e mais desenvolvidos aparecem mais. Um bom trabalho de emagrecimento, aliado ao aumento da massa muscular, garante a “definição” tão desejada. Assim, o treino de musculação é o mais indicado, junto ao exercício aeróbico. Também é preciso ter o acompanhamento de um nutricionista para obter este resultado.

#DICA 3 EM 1

Resistência, flexibilidade e força: treinamentos em formato de jogos, como o crossfit, estão em alta. A “gamificação”, como é chamada por aqui, usa estratégias de competição para tornar a atividade mais intensa, desafiadora e motivante. Esse tipo de treino abrange o treinamento aeróbico e de força, proporcionando uma ganho de resistência e flexibilidade. O objetivo principal é bater uma meta (duração, carga ou número de repetições). Pode ser realizado individualmente ou em grupos. A personal Valéria Casarotto indica o treino para quem já tem condicionamento e consciência corporal:

– O crossfit trabalha integralmente o corpo, aumentando as capacidades físicas, como agilidade, força, potência e estabilidade. Mas deve ser feito com orientação. É importante que a pessoa conheça seus seus limites e tenha realizado check up com um médico.

fitness3 fitness1 fitness2

Leia também
:: Conheça cinco apostas fitness para a alta temporada das academias

As últimas do Donna
Comente

Hot no Donna