Conheça o chocolate que, sim, emagrece!

Comidas nutracêuticas dão um up na saúde

Nutracêuticos ganham gosto de chocolate para ajudar na saúde
Nutracêuticos ganham gosto de chocolate para ajudar na saúde Foto: Stock Photos, Divulgação

Não, você não leu errado o título. Já imaginou comer chocolate para atender àquele desejo de comer um docinho e ainda por cima emagrecer? O grande sonho de 10 entre 10 mulheres está pertinho de virar realidade. Só que o produto não é comprado no supermercado ou na padaria, e sim… nas farmácias de manipulação! O chocolate que não engorda chama-se nutracêutico.

Os nutracêuticos são suplementos vendidos em forma de bebidas ou comidas (iogurtes, pães, etc). Estão aos poucos chegando ao Brasil.  Na Europa e nos Estados Unidos, este mercado de nutricosméticos já bomba muito!

No caso específico do chocolate, o gosto é mantido, assim como as propriedades do cacau ? antioxidante, capazes de impedir o acúmulo de gordura no corpo, e benéfico para o sistema circulatório e ainda por cima estimulantes cerebrais (ajudam com efeitos positivos sobre a memória, raciocínio, disposição e no humor das pessoas).

Tudo parece maravilhoso, né? Bom, ao contrário do sabor dos produtos, que é doce, o preço é bem salgadinho…

As boas notícias do ramo nutracêutico vão além do chocolate que ajuda a perder peso.
Certos doces com finalidade cosmética antioxidante prometem ainda deixar até a pele mais bonita: a pioneira empresa americana Ecco Bella já vende um chocolate feito com “cacau orgânico e extratos de tomate, cenoura, algas e mirtilo”. A fórmula ajuda a proteger a derme do sol. Melhor ainda: outra companhia gringa, a Frutels, vende inclusive online pacotes com “bolinhas” de chocolate que eliminam a acne.

Até água serve atualmente para diversas finalidades. Já existe água com promessa de atenuar rugas e outra da Borba Skin que ajuda a clarear a pele, feita de vitaminas e extrato do mamão papaia.

E aí, deu vontade de se jogar nas compras naturebas?

Leia mais
Comente

Hot no Donna