Corrida: saiba como melhorar seu desempenho nas pistas

Pedro Veloso, especial

Correr é a primeira opção de muitos ao se exercitar. E não só pela praticidade: frequentar as pistas de corrida ajuda a queimar gordura, diminui o colesterol ruim, libera endorfina, causando uma sensação de bem-estar, aumenta a autoestima e por aí vai. Mas não é só colocar o tênis e ir para a rua. Há inúmeras maneiras de melhorar seu desempenho. Confira as dicas:

:: Pelo mundo: apresentadora Titi Müller compartilha dicas para quem gosta de viajar
:: Confira 10 dicas para ter uma alimentação saudável na correria do dia a dia

Alimentação planejada
Todo mundo sabe o básico: deve-se consumir alimentos leves pelo menos uma hora antes de se exercitar. Mas, pensando em um cardápio específico para seu treino, você pode alcançar um melhor resultado. Se você corre por até uma hora, recomenda-se ingerir carboidratos simples, como pão integral ou branco e banana com mel. Caso seu treino seja mais longo e com maior intensidade, é indicado o consumo de carboidratos complexos, como sanduíche de pão integral.

– O carboidrato simples produz energia mais rápido, ao contrário do complexo, que garante energia por mais tempo – explica o treinador de corrida Eduardo Schutz, da Perfect Run.


Respiração

A forma como você respira também afeta seu desempenho:

–O ideal é a respiração pelo nariz, já que o ar chega aquecido, umidificado e purificado no organismo, enquanto pela boca pode causar algum desconforto ou irritação – afirma Márcio de Avila Palermo, treinador da Running Sports.

Alongamentos antes e depois

Fazer alongamento antes do exercício não basta. Repita a dose após a sessão, dando uma atenção especial às coxas, aos músculos da panturrilha e aos joelhos. As técnicas de alongamento devem ser as mesmas antes e depois.

Aplicativos & gadgets
Aplicativos ajudam a monitorar o tempo e a distância percorrida em suas corridas – entre outras funções. O Nike+ é equipado com dicas de treinamento, enquanto o Runkeeper é integrado a aplicativos de saúde.

– E ainda permitem compartilhar seus resultados em nas redes sociais, gerando uma competição saudável entre os amigos – diz Márcio.

Outra alternativa são os relógios com GPS que, além de registrar seu trajeto, calculam a frequência cardíaca e a média de tempo que um corredor leva para percorrer um quilômetro.

Leia mais
Comente

Hot no Donna