Dores musculares estão entre as causas do zumbido

Desconforto sonoro afeta 17% dos brasileiros

Problemas musculares fazem parte das mais de 200 causas possíves de zumbido, um desconforto sonoro que afeta 17% da população brasileira, segundo a fisioterapeuta Vivian Domit Pasqualin, do Grupo de Informação a Pessoas com Zumbido (GIPZ) de Curitiba. Desses 17%, um em cada cinco é seriamente prejudicado pelo ruído.

? Alguns pacientes apresentam alterações na intensidade ou qualidade do zumbido durante movimentos que contraem os músculos, principalmente na região do pescoço e da cabeça ? diz Vivian.

As dores que surgem em um lugar do corpo e se refletem em outro, denominadas somatossensoriais, podem causar zumbido. Algumas pessoas possuem pontos bem definidos de dor nos músculos. Ao pressionar essas áreas, a dor aparece ou se intensifica, assim como o zumbido, que pode mudar de caracteristicas, aumentando ou dimuindo sua intensidade.

? O objetivo da fisioterapia é minimizar a sensação dolorosa na musculatura e reduzir a intensidade do zumbido e os pontos doloridos. Cerca de 10% dos pacientes com o sintoma se queixam que as contrações musculares influenciam a intensidade do barulho ? aponta a fisioterapeuta.

Ela esclarece que o zumbido é resultado da interação dinâmica de centros auditivos e não-auditivos do sistema nervoso. O sistema somatossensorial é um centro que não está relacionado com a audição e sua função é enviar dados sobre a sensação física do indivíduo para o cérebro.

? Situações estressantes, tensões, nervosismo e as contrações musculares aumentam a percepção do zumbido. Pacientes com zumbido unilateral, sem alterações auditivas e tensão nos músculos da cabeça, face ou pescoço, normalmente são diagnosticados com o zumbido somatossensorial ? ressalta.

O tratamento inclui a desativação desses pontos, alongamento, massagem, recomendações para soltar os músculos e orientações para evitar que a musculatura fique presa. Além disso, são indicadas estratégias para eliminar as outras causas do zumbido.

? O paciente é visto de forma integral, por isso os profissionais de diferentes especialidades devem realizar um tratamento integrado. O principal objetivo é promover a saúde de quem sofre com o zumbido e melhorar a sua qualidade de vida ? afirma Rita.

As últimas do Donna
Comente

Hot no Donna