Executivos e saúde: diretor da Dell conta como triatlo melhorou saúde e vida corporativa

Raymundo Peixoto, que já correu duas maratonas, espreme a agenda para encaixar atividades físicas

Foto: Divulgação

Tudo começou quando ele tinha 35 anos e estava dez quilos acima do peso ideal. Uma corrida pela manhã era a receita para perder peso e diminuir o estresse do dia a dia. Mas a coisa foi ficando boa, o desempenho do corpo foi melhorando e o diretor-geral da Dell no Brasil, Raymundo Peixoto, 49 anos, não parou mais. Depois de ter participado de duas maratonas e 20 meias-maratonas, agora dedica-se ao triatlo.

Como trabalha de nove a dez horas por dia, precisa encaixar os treinos de manhã bem cedinho, por volta das 5h30min. A semana se divide em dois treinos de natação, dois de musculação e um ou dois treinos de bike – ao todo, de oito a 12 horas de exercício. Durante as cerca de três viagens mensais que faz, a corrida é a opção mais prática.

Uma modalidade de treinos seria suficiente para manter o corpo em forma. Mas a fórmula do triatlo, para Peixoto, parece ideal.

– Encontrei um balanço, um equilíbrio. Os exercícios me proporcionam prazer e, ao mesmo tempo, me dão vitalidade para outras atividades do cotidiano.

As últimas do Donna
Comente

Hot no Donna