Grávida de 6 meses, Khloe Kardashian é criticada por malhar: mães contam que também foram julgadas

Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

Quem nunca ouviu aquela frase: gravidez não é doença, não é mesmo? Mas quando o tema é gestação e exercícios físicos as opiniões se dividem. Uma das polêmicas da semana foi justamente sobre isso. Grávida de seis meses, a empresária Khloe Kardashian compartilhou no Snapchat uma sessão que incluía exercícios de pernas e braços, e a internet não perdoou. “Isso não é seguro para o bebê”, criticou uma seguidora. Outras apoiaram a Kardashian, demonstrando seu apoio as decisões dela. “Eu fiz exercícios até os 8 meses, cada caso é um caso”, contou mais uma.

Em resposta, Khloe publicasse em seu Twitter um post explicando que ela e seu médico sabiam o que estavam fazendo. Ela também compartilhou na publicação um artigo sobre os benefícios do exercício físico na gestação.

Conversamos com algumas leitoras do Grupo de Mães Donna para saber se elas praticaram exercícios durante a gestação e qual foi a reação das pessoas para suas escolhas. Confira as respostas:

“Minha gestação foi ativa durante os nove meses, o que garantiu uma gestação sem dores e desconfortos… sem nenhuma complicação de PA ou diabete. Se o médico libera, a prática de exercícios físicos supervisionada por um educador físico, só traz benefícios. Ouvi alguns comentários, como: ‘Mas tu pode fazer isso?’. ‘Coitado do bebê, tu não para nunca!’ Ou ‘Tu quer que ele nasça malhado…’. Sempre respondia a estas pessoas que meu médico havia liberado a prática de exercícios e que gravidez não era doença e meu corpo já era adaptando à atividade regular de exercícios. O kangoo é proibido durante a gestação. Dei aulas somente no primeiro mês que eu não sabia que estava grávida. Meu médico liberou para fazer desde que eu diminuísse a intensidade em 30%, então decidi não fazer. Durante a gestação, dei aulas de dança e fiz treinamento funcional.”
Ander Pilz, professora de kangoo, 34 anos e mãe do Davi (4 meses)

“Eu parei de praticar exercício nos três primeiros meses por pura falta de orientação. Vale a pena continuar se você tiver acompanhamento. Sobre a opinião dos outros? Não estou nem aí! Só uma amiga me chamou a atenção, mas acho que vai da postura de cada um. Não sou muito de abrir para os palpiteiros”
Larissa Lima de Moraes, 37 anos, grávida de 8 meses e meio do Henri

“Eu não parei de fazer musculação até a última semana de gestação, com acompanhamento e cautela. Na gravidez inclui ainda o yoga, iniciei pilates e também atividade aeróbica. Não me julgaram, mas abordavam com um misto de curiosidade e preocupação. Muitos olhavam com desconfiança: no sentido de que julgavam ser melhor eu partir para algo mais ‘light’…parecia que sempre precisava estar me justificando: estou bem orientada, o profe disse que tudo bem e minha médica também…estou fazendo yoga, não vou levantar mais peso..essas coisas.”
Jane Barros, 39 anos, mãe da Julia (3 anos)

Leia mais:
:: Maternidade em dobro: veja mitos e verdades sobre a gravidez de gêmeos
:: Dúvida na gravidez: meu gato poderá ser um perigo para o bebê?

Leia mais
Comente

Hot no Donna