Laxante emagrece? Após desabafo de Bruna Marquezine, especialistas alertam sobre uso frequente da medicação

Foto: Pexels
Foto: Pexels

O desabafo de Bruna Marquezine retomou um debate sobre depressão e distúrbio de imagem. A atriz publicou uma sequência de vídeos nos Stories do Instagram e rebateu as críticas que tem recebido sobre seu corpo.

Bruna revelou que chegou a tomar laxante frequentemente para tentar emagrecer, mas que hoje está bem de saúde e que faz dietas e exercícios com acompanhamento profissional. Em um dos vídeos seguintes, a atriz de 23 anos reconheceu que o uso seguido do medicamento faz mal à saúde e fez o alerta a seus seguidores.

Segundo especialistas da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva, ingerir laxante de forma indiscriminada, além de não gerar redução efetiva do peso, prejudica a saúde intestinal.

Donna consultou dois médicos para esclarecer dúvidas sobre o assunto. Confira:

O que é laxante e para que serve?

O laxante é um medicamento utilizado para tratar a prisão de ventre, que provoca contrações intestinais e estimula a eliminação de fezes.

– O uso de laxante só é indicado para pessoas que têm intestino preso ou quando precisa, do ponto de vista médico, limpar o intestino para eventuais exames, como uma colonoscopia, que examina internamente o cólon e o reto e é preventivo para o câncer de câncer colorretal. Fora isso, não tem por que usar laxante – sustenta a médica coloproctologista Maria Cristina Sartor, que é integrante da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva.

Quem realmente precisa do medicamento deve receber orientação médica para isso.

Falso emagrecimento

Por estimular o intestino e facilitar a evacuação, o uso de laxante pode dar a falsa impressão de emagrecimento, já que, com o intestino vazio, a barriga parece menor ou menos inchada.

– O uso do laxante acarreta alto custo à saúde, já que pode levar à deficiência nutricional e inflamações no intestino – diz o médico endoscopista Tomazo Franzini, que é diretor da entidade.

Riscos à saúde

Ainda conforme os médicos, ingerir laxantes com frequência pode provocar falta de vitaminas, já que, com a evacuação repentina, são eliminados eletrólitos e vitaminas dos alimentos que não chegam a ser absorvidas.

–  O laxante vai atuar, principalmente, sobre o número de vezes que o intestino grosso funciona. Ele é o órgão que absorve sódio e potássio, diferentemente do que ocorre no intestino delgado – explica Maria Cristina.

– O uso excessivo e inadequado de laxantes prejudica a absorção intestinal e causa desequilíbrio na concentração de minerais. Assim, aumenta-se o risco de desnutrição, desidratação e distúrbio eletrolítico – pondera Franzini.

Laxante também pode causar diarreia excessiva e outros desconfortos como cólicas intensas, assaduras e hemorroidas.

Vício

Os especialistas também alertam para a possibilidade de o laxante viciar o intestino, e ele passar a só funcionar ao tomar o medicamento.

– É uma observação clínica. A paciente vai ficando bem mais dependente, como se o intestino só funcionasse com laxante. Mas não se tem comprovação científica disso – frisa Maria Cristina.

Alerta para a prisão de ventre

A coloproctologista ressalta a importância de, se a mulher sentir desconforto abdominal ou perceber o intestino preso, deve consultar um médico antes de ingerir remédios por conta própria.

– Intestino preso recente ou diarreia pode ser sinal que tem alguma coisa errada, sim. Se você tiver o primeiro sintoma e ingerir laxantes, você vai melhorar, mas pode mascarar  um problema mais sério – afirma.

Leia mais:
:: Bruna Marquezine rebate críticas e desabafa sobre aceitação do corpo: “Não foi feito para agradar os homens”
:: Personal trainer de Bruna Marquezine exalta saúde e corpo sarado da atriz mesmo após “comilança” nas férias

Leia mais
Comente

Hot no Donna