O chocolate da Páscoa vai me causar espinhas?

Relação entre o consumo de chocolate com o aparecimento de acne não é unanimidade entre médicos

Foto: Morgue File

Uma das maiores dúvidas de beleza, a relação entre chocolate e acne ainda não tem uma comprovação científica. Apesar de muita gente jurar que chocolate em excesso causa espinhas, na literatura médica não há nada que coloque um ponto final na questão.

A dermatologista Annia Cordeiro Lourenço explica que a gordura do que comemos não vai direto para a pele, ao contrário do que muita gente pensa. O resultado do que comemos, na verdade, aparece na pele de forma indireta.

– Alguns alimentos ricos em carboidratos de rápida absorção estimulam os receptores hormonais de insulina da pele e resultam no mau funcionamento da glândula sebácea. Quando o sebo produzido se acumula dentro do poro, acontece a proliferação da bactéria causadora das espinhas – diz a dermatologista.

As causas do aparecimento da acne variam de cada paciente, mas independente do motivo é possível tomar alguns cuidados o ano todo – e não só na semana da Páscoa – para atenuar a gravidade dela.  Um deles é não utilizar cremes, filtros solares e maquiagens com óleo em sua composição. Uma esfoliação duas vezes por semana  também contribui para manter a pele livre da acne.

Leia mais
Comente

Hot no Donna