Prisão de ventre? Conheça as principais causas do mau funcionamento do intestino

Às vezes deixado de lado, o bom funcionamento do intestino é fundamental para garantir a saúde do organismo. Sintomas como irritação, inchação e dor abdominal são sinais de algo pode estar errado. Um dos problemas mais recorrentes é a prisão de ventre, que segundo a Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG), afeta 20% da população brasileira, sendo as mulheres as grandes vítimas, principalmente as que têm entre 40 e 49 anos.  Sedentarismo, a obesidade e a má alimentação estão entre as principais causas da constipação intestinal.

:: Especialista responde às 10 dúvidas mais comuns sobre a doença
:: 8 motivos que reduzem a libido e como deixá-los de lado

Dois fatores podem ainda agravar o quadro dos problemas intestinais: um é biológico e está ligado ao hormônio sexual feminino, que relaxa a musculatura lisa do intestino grosso, deixando os movimentos peristálticos mais lentos, e o outro é emocional, a inibição de algumas mulheres em usar qualquer outro sanitário que não seja o de sua casa.

Segundo o especialista, é considerado normal ir ao banheiro três vezes ao dia ou até três vezes por semana, mas, se não houver uma regularidade, a pessoa pode ter problemas no futuro.

– O aparelho digestivo é um termômetro das demais funções do nosso corpo, nele ocorre a absorção e a eliminação de nutrientes fundamentais para a nossa saúde – destaca o gastroenterologista Eduardo André.

:: Entenda a importância de fazer pequenas refeições entre as principais do dia
:: Por que o café da manhã é fundamental para manter o pique – e até emagrecer

A falta de regularidade na evacuação por um período muito longo pode indicar ainda causas mais graves e nem sempre relacionadas apenas ao mau funcionamento do intestino, tais como depressão, enxaqueca, problemas no coração e no sistema nervoso, ou males como diverticulites, hemorroidas, fissuras anais e até câncer intestinal.

– Para ajudar no processo digestivo, vale seguir uma alimentação balanceada, ingerir bastante líquido, alimentos com fibras e ter um horário regular para ir ao banheiro – reforça Eduardo.

Seguir essas recomendações ajuda a manter a regularidade da evacuação e a evitar que a falta dela gere reflexos para o resto do corpo. A ocorrência da constipação intestinal não deve ser ignorada. Um dos métodos mais comuns para reverter a disfunção intestinal é o uso de laxantes, pois eles restabelecem a função intestinal de maneira suave. No entanto a periodicidade deve ser recomendada pelo médico.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna