Quer sair da rotina no sexo? 6 ideias que você pode experimentar

FreePics/Reprodução
FreePics/Reprodução

Muitas vezes o sexo acaba caindo no lugar comum – nada contra, ninguém aqui desmerece o efeito de um papai e mamãe bem feito, né? Mas às vezes, assim, por diversão – no caso, mais diversão – vale inventar alguma moda e trazer novidades para a cama. Na pior das hipóteses, vocês não curtem e tudo bem, vida que segue. Mas há boas chances de o sexo ser sensacional e você ainda vai sentir aquele poder e confiança que acompanham uma ousadia.

Conversamos com as sexólogas Ana Cristina Gehring, Barbara Schneider e Lúcia Pesca para reunir dicas de coisas diferentes para tentar no sexo e ter uma experiência divertida na cama.

50-shades

 De olhos bem fechados 

Vende seus olhos com um lenço ou gravata que você tiver por perto. Segundo Ana Cristina, esse simples ato pode te fazer sentir muito mais:

– O sexo costuma ser muito visual, e quando tiramos esse sentido o tato e olfato ficam mais evidentes proporcionando sensações que costumam passar batido – explica.

Aqui vale escuro total ou revezar quem usa a venda – além de apurar os sentidos, ainda tem a excitação pela expectativa de não saber o que o parceiro vai fazer em seguida.

Sexo oral

Por mais comum que pareça, tanto Lucia Pesca quanto Bárbara Schneider afirmam que o sexo oral deveria receber mais espaço na cama. A prática também envolve muitos tabus, como preconceito e preocupação com a higiene.

– Além disso, para muitas mulheres, é mais fácil abrir mão do sexo oral porque elas pensam que, no momento em que o parceiro estiver dando atenção apenas para elas, é preciso se preocupar com a questão do orgasmo: vai que eu não tenho e ele perceba? – explica Lucia.

Reprodução/HBO

Reprodução/HBO

 Uso de vibradores na cama

Que tal levar alguns brinquedinhos para a cama? O uso de um vibrador pode aumentar as sensações na cama – e pode ser aproveitado não apenas por você, mas pelo parceiro também. A dica de Ana é investir num vibrador para casal, se divertir com o sex toy durante o sexo com o parceiro e ter mais orgasmos.

– Uma parte estimula o clitóris enquanto a outra fica acoplada dentro do canal vaginal. Com isso os braços internos do clitóris serão estimulados a ponto de se tornar mais fácil o orgasmo vaginal

Leia mais:
:: E quando o sexo é ruim, tem solução? Sexóloga dá dicas para você dizer o que quer na cama
:: 5 dicas para ser mais confiante no sexo

 Sexo anal

Sexo anal ainda é rodeado de tabus – o que, segundo as sexólogas, só limita outra fonte de fonte de prazer porque, spoiler, a prática é bem prazerosa. E trazer isso para o relacionamento pode ser divertidíssimo para todo mundo: tanto para você quanto para seu parceiro.

– Sexo anal, tanto masculino quanto feminino é extremamente prazeroso mas rodeado de preconceitos e falta de conhecimento. O casal deve antes conversar sobre isso e considerar essa possibilidade. Só vale ficar atento que o ânus não tem lubrificação, então exige produtos para facilitar a penetração e até auxiliar na diminuição da dor – explica Bárbara

Segundo Ana, outra dica para explorar a região é o uso dos plug anais:

– Ele estimula o ânus e a esponja perineal entre ânus e vagina causando intenso prazer em quem gosta desse tipo de estímulo – Ana.

 Pompoarismo

 Aqui você tem que fazer um investimento no tempo em que não está transando – o que pode valer a pena se o resultado for mais prazer, né? Ana Cristina explica que 30% das mulheres nem sabe contrair a musculatura pélvica e a maioria tem uma força bem abaixo da desejada.

– Com a força dos músculos vaginais podemos massagear o pênis durante a relação sexual. Além disso, quanto mais forte for a vagina, mais intenso será o orgasmo e a lubrificação.

A dica para começar a ter mais agilidade é exercitar todos os dias: Ana sugere colocar o dedo dentro da vagina, contrair e soltar 15 vezes e repetir três vezes.

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

 Transar em lugares diferentes

Para Lucia, sair da cama já pode ser um baita estímulo apimentar a relação – além de ser uma quebra de rotina daquelas. Segundo a sexóloga, vale escolher cômodos diferentes da casa.

– Ou até ir mais longe, como a escada do prédio, por exemplo, ou algum lugar na natureza. Claro: sempre com bom senso.

Leia mais:
:: Como chegar ao orgasmo, ter mais lubrificação e outras perguntas frequentes sobre sexo
:: Ele quer de manhã, você quer de noite: entenda como sincronizar a hora do sexo
:: Mulheres na faixa dos 36 anos têm o melhor sexo de suas vidas, diz pesquisa

Leia mais
Comente

Hot no Donna