Saiba como eliminar os germes da sua cozinha

Cômodo é o que mais concentra estes micro-organismos, e não o banheiro

Foto: Stock Photos

Quando se trata de germes, ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, o banheiro não é o lugar da casa onde eles estão mais concentrados. A cozinha, sim, é o cômodo que mais agrega esses micro-organismo. Das bancadas e esponjas à tábuas de corte e refrigeradores, este ambiente é muito contaminado, alertam especialistas.

– Acho que não levamos tão a sério a limpeza das cozinhas como dos banheiros, quando na verdade deveríamos – disse ao site especializado em medicina “WebMD” Donna Duberg, professora assistente do laboratório de ciência clínica da Universidade Saint Louis, em Missouri, nos Estados Unidos. – Deveríamos ter mais respeito pela cozinha.

Para você lidar melhor com a limpeza da cozinha, aqui vão algumas dicas coletadas pelo site com especialistas:

O item da cozinha com mais germes? A esponja.

Este provavelmente é o utensílio da sua casa que tem mais germes. Ela é usada para absorver todos os tipos de germes e sujeira e, em seguida, muitas vezes, guardada embaixo da pia – um ambiente úmido, escuro que é perfeito para o crescimento de bactérias.

Quando você usa uma mesma esponja em toda a cozinha – nos pratos e na pia, por exemplo – está levando os germes de um ponto para outro, diz Philip Tierno, PhD e diretor de microbiologia clínica e imunologia do Centro Médico Langone da Universidade de Nova York e autor de um livro sobre o tema. Você pode ter ouvido que colocar a esponja no micro-ondas ajuda a matar os germes, mas isto não é suficiente, diz Tierno. Há pontos que as micro-ondas não alcançam ou o calor não chega, e o micro-organismo vai sobreviver lá.

Lavar a esponja no lava-louças também não é suficiente para matar os germes, a menos que o aparelho tenha uma ciclo germicida de temperatura extremamente alta. Você pode usar toalhas de papel ou um pano limpo; não se esqueça de usar o pano apenas uma vez e, em seguida, jogá-lo na lavanderia. Mas se você realmente usa esponjas, pode colocá-las numa solução de não mais de uma xícara de água sanitária para um litro de água, ou água e vinagre.

Mergulhe o utensílio na solução de água sanitária durante cerca de cinco minutos ou na solução de vinagre por 20 a 30 minutos. Enxágue bem e deixe secar ao vento.

Outros pontos importantes:

Bancadas: Para acabar com diversos germes de uma só vez, Donna Duberg sugere borrifar uma solução com 10% de vinagre sobre o local. Mantenha a superfície úmida por 30 a 60 segundos, e então limpe. Mantenha bolsas, carteiras, lancheiras, chaves, cartas e dispositivos eletrônicos, como controles remotos, longe das bancadas porque são repletos de germes.

Tábuas de corte: É uma boa ideia ter uma tábua de corte para carnes cruas, aves e frutos do mar, e outra para itens como pães, por exemplo. Desinfete as tábuas de corte mergulhando-as em vinagre ou numa solução de água sanitária por 30 minutos (a medida é uma xícara de água sanitária para um litro de água). Em seguida, enxague com água quente e sabão ou coloque na máquina. Apenas usar a máquina de lavar louça não é suficiente para limpá-las.

Refrigeradores: A refrigeração não mata bactérias – apenas retarda seu crescimento. Quanto mais você abre e fecha a porta do refrigerador, maior é a chance de acelerar o crescimento de mofo. Quanto mais frequente o uso, lave todas as superfícies do seu refrigerador, incluindo prateleiras e gavetas – com uma solução de vinagre. Lave sempre o puxador da porta.

Chão: O chão da cozinha pode acumular comida que cai, respingos de suco de carnes cruas, terra, resquícios de brincadeiras de crianças e animais de estimação, entre outras coisas. Usando a mesma solução que você utiliza para limpar as tábuas de corte ajuda na limpeza, mas certifique-se de enxaguar bem e deixar secar ao vento se crianças e animais de estimação vão brincar no chão. Você pode preferir pedir às pessoas para tirarem os sapatos ao pisarem o chão, especialmente se vão estar na cozinha. Se eles foram usados por no mínimo três meses, “90% dos sapatos têm e-coli”, diz Donna ao WebMD.

Lava-louças: Você consegue enxergar uma marca preta de fungos na porta da sua lava-louças ou dentro dela? Pode ser Exophiala dermatitidis, ou fungo-negro, que gosta de altas temperaturas e é resistente à maioria dos detergentes. Remova-o com uma pasta de vinagre e bicarbonato de sódio. Enquanto estiver fazendo isso, coloque duas xícaras de vinagre em seu interior e ligue o aparelho para matar outros germes resistentes.

Latas de lixo: Mantenha sua lata de lixo sempre fechada. Isso não apenas vai evitar o mau cheiro, como também deixará distante insetos que possam espalhar bactérias pelo resto da sua casa. Não basta só trocar o saco de lixo. Uma vez por semana, use a solução de água sanitária dentro da lata – principalmente se ela está com mau cheiro, mancha ou algum líquido dentro. Deixe a solução ali dentro por alguns minutos e depois jogue fora. Lave o utensílio e deixe-o secar.

Puxadores: Quando você anda pela cozinha, abrindo armários, refrigeradores, ou a despensa, pode espalhar germes pelos puxadores. Limpe os das portas e geladeiras pelo menos uma vez por semana com a solução de água sanitária para matar micro-organismos.

Por fim, mais uma dica: não fiquei neurótica com a limpeza da cozinha. Ao tentar eliminar os germes do ambiente, primeiro limpe as áreas que parecem sujas. Depois, livre-se do mofo no refrigerador e da poeira das bancadas, por exemplo. Por fim, higienize e desinfete.

– A regra de ouro é: se o lugar cheira a limpo e parece limpo, você está fazendo o suficiente. Não fique obcecado por isso.

Leia mais
Comente

Hot no Donna