Saiba qual a flor ideal para cada ocasião e entenda o significado de cada espécie

Em vídeo, Muriel Dalla Vecchia fala sobre os mitos e verdades na hora de cuidar das plantas

Foto: Jean Pierre Kruze

Em um triste lamento por um amor perdido, Cartola queixa-se às rosas do seu jardim pela ausência da mulher de sua estima. E é pela licença poética do amor que se compreende os versos compostos pelo sambista na década de 1970, na música As Rosas não Falam. Apenas aos olhos de um apaixonado a mais cheirosa das flores poderia extrair seu perfume de uma mulher.

São elas, as rosas e todas as outras flores, que nos emprestam, generosamente, o aroma que nasce com elas. As rosas nada puderam fazer para aplacar a desilusão do desafortunado eu-lírico da canção. Mas, na vida real, as flores podem muito: perfumam nossos dias, embelezam as cidades e jardins, até ajudam a curar a depressão. Especialmente agora, que é tempo delas.

Pesquisadores do Instituto Politécnico da Virginia, nos Estados Unidos, descobriram que a presença de flores na decoração ou no jardim ajuda na comunicação entre as pessoas da casa e ainda auxilia no controle de maus hábitos e na adoção de uma postura mais positiva diante da vida. Segundo o estudo, rosas vermelhas estimulam a vitalidade e tornam as pessoas mais ternas e gentis. Já o jasmin ativa a sensualidade, a prímula ajuda a organizar as ideias e as orquídeas são excelentes canais para o desenvolvimento da espiritualidade.

A chegada da primavera, aliás, nos oferece muito mais do que somente a floração da maior parte das espécies de plantas. Tem relação íntima com o nosso humor e estado de espírito. Estudos médicos já comprovaram a existência do Transtorno Afetivo Sazonal, também chamado de “depressão de inverno”. É um tipo de depressão que abala as pessoas especialmente nas estações mais frias e com menos ocorrência de dias de sol. Acredita-se que a ausência da luz solar afeta a produção de serotonina e de outros neurotransmissores responsáveis pela sensação de bem-estar. A boa notícia é que casos como esse costumam melhorar com a chegada do calor.

Prova de que primavera e felicidade andam juntas é a tradição que muitas culturas mantêm de celebrar a sua chegada. Os antigos povos pagãos da Europa não festejavam a Páscoa como a conhecemos. Comemoravam sim a entrada da primavera, que simbolizava a estação da fartura e da fertilidade.

Os japoneses mantêm, há séculos, a tradição de esperar pela floração das cerejeiras, que ocorre na primavera. O país vive em clima de festa as três semanas em que as árvores dos parques, bosques e ruas de todo o país se cobrem de flores brancas e cor-de-rosa. Até o sexo, dizem, fica melhor no equinócio de setembro, que marca o início da estação no hemisfério sul.

Uma enquete feita pelo site de relacionamentos C-Date apontou que, entre os 22 mil europeus entrevistados, 50% escolheram esta a estação ideal para encontros casuais e sexo sem compromisso.

O mercado brasileiro de cultivo de ornamentais deve faturar, em 2013, R$ 4,8 bilhões. Segundo estatísticas do setor, a produção e venda cresce de 8% a 12% anualmente no Brasil. Ainda é pouco. Na Europa, cada pessoa consome, em média, R$ 141 em flores por ano. Por aqui, gastamos R$ 23.

As perspectivas, porém, são otimistas. Afinal, rosas, jasmins, margaridas ou qualquer outra flor não têm a capacidade de curar os males de amor, como o que sofria o poeta. Mas tem o talento de tornar tudo mais suave, mais cheiroso e mais belo.

As flores falam

 

Muriel Dalla Vecchia gosta de dizer que é encantada pelas flores. Por essa razão, resolveu direcionar a formação em administração e marketing para o seu hobby: cuidar das plantas. Estudou o mercado, procurou cursos na área e começou por um e-commerce tímido da floricultura Florá, que, com o tempo, ganhou força e resultou na abertura da loja física homônima, em março deste ano, na Rua Desembargador Esperidião de Lima Medeiros.

Diferentemente das floriculturas tradicionais, a Florá não tem todos os cantos da loja ocupados por ramalhetes e buquês. Preza pelo design dos arranjos, pelo significado das cores e de cada espécie oferecida – e também por orientar os clientes sobre qual é a melhor maneira de presentear. Muriel explica o conceito:

? As flores têm o poder de despertar emoções e transformar momentos. Cada uma delas tem uma característica especial, tornando cada buquê único e pessoal.

Foi justamente por Muriel colocar em prática essa filosofia, que Donna recorreu à especialista a fim de esclarecer algumas dúvidas frequentes sobre a etiqueta das flores.

Jantar com amigos
É sempre simpático chegar na casa de amigos com flores. Opte por um arranjo mais simples, com cores neutras, para não interferir na decoração preparada pelo anfitrião – e sem perfume, para não brigar com o aroma da refeição. Uma dica infalível é mandar um buquê no dia seguinte, o que permite liberdade na escolha das cores e espécies e representa um gesto delicado de agradecimento.”

Casamentos ou noivados
Para noivados, são bastante procuradas as flores brancas ou em tons pastel, como lírios, cúrcumas e orquídeas. Quanto aos casamentos, a escolha depende do estilo dos noivos. Se eles são tradicionais, o ideal é dar flores clássicas, como rosas e tulipas. Para os casais despojados, prefira os arranjos coloridos, com flores em tons de amarelo, laranja, pink e roxo.”

Recém-nascidos
Escolha as coloridas, alegres e vibrantes. Esqueça o branco, que não se destaca no ambiente hospitalar da maternidade, e opte por espécies que não soltem pólen, para não prejudicar o bebê. Peça por um arranjo que não seja um buquê, pois geralmente não há vasos disponíveis para acomodá-los.”

Presenteando homens
“É certo mandar flores para homens? Claro que sim. Este preconceito acabou. Escolha tons de laranja, branco e amarelo e opte por flores mais masculinas, como os girassóis, antúrios, cravos, boca de leão e lírios. Vasos plantados também são recomendados, como as bromélias e as orquídeas. Um belo arranjo fica lindo em cima de uma mesa de escritório.”

Início de conquista
Não comece com nada exagerado. Fuja do vermelho, que é a cor da paixão, mas escolha um arranjo perfumado. Flores em tons rosa são românticas e promissoras.”

Paixão arrebatadora
Neste caso, rosas colombianas vermelhas são as ideais. Mas fica a dica: como as rosas vermelhas significam paixão, só mande para alguém por quem você está muito interessado(a), ou corre o risco de ser mal compreendido(a).”

Casa nova
“É um momento de desejar sorte, saúde e proteção. Dê preferência a flores que durem bastante, como as orquídeas. É gentil levar as flores em arranjos montados em vasos coloridos, que darão alegria à casa.”

Assista ao vídeo em que Muriel fala sobre os mitos e verdades no cuidado com as plantas:

ABC das flores

Presentear com arranjos e buquês é sempre ótima ideia, mas cada espécie tem um significado. Saiba qual é a mensagem que cada uma transmite e torne este momento ainda mais inesquecível:

Amor-perfeito: recordações.

Astromélia: amizade e lealdade.

Antúrio: autoridade e luxo.

Azaleia: feminilidade.

Begônia: delicadeza e inocência.

Bromélia: resistência, inspiração e excentricidade.

Calla: perseverança, fortaleza e persistência.

Camélia: Branca: beleza. (Rosa = grandeza da alma; vermelha =reconhecimento).

Copo-de leite: associa-se ao sagrado e simboliza a paz.

Cravo: amor puro e liberdade.

Crisântemo: amor acabado ou paixão passageira.

Dália: união.

Estrelítzia: galanteio.

Flores do campo: equilíbrio e ponderação.

Gérbera: jovialidade, energia e sensibilidade.

Girassol: ouro e fortuna.

Hibisco: virtude e avidez.

Hortência: energia e obstinação.

Jacinto: tristeza e mágoa.

Jasmim: graça, elegância e doçura.

Lírio: proteção, nobreza 1397124194e paz.

Lisiantus: romance, casamento e entrega amorosa.

Lótus: proteção e amor.

Magnólia: amor à natureza.

Margarida: infância, inocência e pureza.

Miosótis: amor sincero, fidelidade.

Narciso: vaidade, egoísmo.

Orquídea: sabedoria, beleza e luxúria.

Papoula: fertilidade, sonho.

Peônia: timidez.

Prímula: apoio, equilíbrio.

Rosa: romantismo, amor. (Rosa = amizade, saúde e sucesso. Branca = pureza e paz espiritual. Champanha = recordação e admiração. Laranja = entusiasmo e encanto. Vermelha = paixão e desejo).

Tulipa: prosperidade e independência.

Violeta: modéstia e simplicidade.

As últimas do Donna
Comente
  • Rute de Almeida

    Caros, favor avaliar no site o significado desta flor … Lírio: proteção, nobreza 1397124194e paz. Obrigada

Hot no Donna