Sem velhice: 4 dicas para se manter ativo e saudável na terceira idade

A expectativa de vida dos brasileiros vem crescendo a cada pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e hoje alcança os 81 anos. Segundo os resultados, a comunidade de pessoas idosas irá triplicar nas próximas duas décadas. A mudança, porém, está na vitalidade com que nossos familiares e amigos ultrapassam a barreira dos 60.

O segredo daqueles que chegaram até lá com energia e disposição está na diferença de encarar a velhice. Ela deixou de ser a faixa etária em que a dependência e a solidão ganham espaço. As atividades e encontros com amigos estão conquistando os cabelos brancos.

:: Leia também
:: Idosos de asilo alemão recriam cenas clássicas do cinema para calendário
:: Pesquisa comprova que convivência com idosos só faz bem para as crianças
:: Síndrome que reduz massa muscular de idosos pode ser tratada

Para dar mais ideias de atividades que proporcionam um melhor desenvolvimento nesta idade que causa arrepios em muito, consultamos o geriatra Marcelo Eifler, do Centro Clínico Gaúcho. Confira as dicas:

Sua saúde é sua prioridade

Para manter-se longe de doenças crônicas como obesidade, hipertensão e diabetes, além das incapacidades geradas pela osteoporose e artrose, é importante moderar no consumo de bebidas alcoólicas e evitar o fumar. Dormir bem é outro ponto de extrema importância.

Casal de idosos deitado

Pratique atividades físicas…

Pessoas que praticam exercícios moderados e com acompanhamento médico conseguem prevenir e proteger o organismo de doenças. Além da coordenação motora, eles podem influenciar na diminuição do estresse, da ansiedade e colaborar no condicionamento físico. A dica é procurar atividades que sejam feitas em grupo, para facilitar o convívio com outras pessoas.

Exercite a mente

Um corpo bem condicionado não é o mesmo que uma mente ativa. Além de tomar cuidado com a parte externa, a parte interna do corpo deve receber os maiores cuidados com o passar do tempo. É aconselhável incentivar atividades mentais, como palavras cruzadas, leitura e novos aprendizados.

Comer bem para viver bem

Em qualquer idade é essencial que uma dieta adequada seja construída e seguida com cuidado. Para quem já passou dos sessenta, é preciso inserir no cardárpio alimentos ricos em ômega 3, 6 e 9, pois eles controlar a gordura no organismo. Linhaça, azeite de oliva, peixes, frutas in natura e secas e fibras. É preciso ter cuidado com o leite, que deve ser sem gordura e com as carnes, que devem ser magras. Para ajudar no combate à osteoporose, é preciso ingerir alimentos ricos em cálcio, como laticínios, ovos, feijão branco, espinafre e sardinha.

Leia mais
Comente

Hot no Donna