Orgasmo feminino: 5 posições sexuais que ajudam (muito!) a chegar lá

Imagem: Stocksnap
Imagem: Stocksnap

Por Camila Maccari, especial

Uma palavra se repete toda vez que falamos sobre como ter mais prazer na cama: autoconhecimento. Porque mesmo os manuais mais completos para chegar lá só vão funcionar se você souber qual dos passos funcionam com você. Para isso, leve em conta a sua experiência até aqui.

– Sempre se pergunte qual foi, durante o sexo, a posição que te deu uma sensação boa, mesmo que não tenha sido um orgasmo. Às vezes, a gente está em busca de algo megalomaníaco, mas o básico é aquilo que melhor funciona para a gente – explica a sexóloga Rita Nunes.

Falando em sensação boa no sexo, autoconhecimento também é sinônimo de masturbação, viu?

– A maneira de tirar melhor proveito de qualquer posição sexual é sabendo o que funciona para você. A masturbação é uma das maneiras de conhecer o seu corpo e poder, então, tirar o melhor proveito de qualquer posição sexual. O uso de vibradores no canal vaginal, e não apenas no clitóris, por exemplo, ajuda a sensibilizar o canal e permite que você acesse a parte nervosa interna da vagina, garantindo sensações mais intensas – explica a sexóloga Cláudia Renzi.

mila kunis orgasm GIF

Dito isso, as especialistas indicam cinco posições sexuais daquelas tranquilas de serem feitas e que ajudam (muito!) na hora de chegar lá. Confira:

Sentada 

Nessa posição, o seu parceiro senta na cadeira e você se encaixa, sentando de frente para ele. Essa é uma das posições em que quem fica no comando é a mulher, o que facilita na hora de encontrar um ritmo. Um bônus é que você fica bem próxima do parceiro, respirando junto e olhando nos olhos, o que cria o clima da relação.

– Precisamos do toque, do olhar, da presença, de estar e sentir que o outro também está vivendo o momento. Aproveite essa proximidade para sentir a vibração do outro, ficar com olho no olho, criar uma conexão – explica Cláudia.

Animated GIF

Cavalgada

Quando você está sentada no seu parceiro, naquela posição que chamamos “cavalgada”, você tem maior controle e pode se ajustar conforme fica melhor para você. Na penetração com pênis (ou com um brinquedinho que simule o órgão), essa posição permite que você ajuste seu clitóris e consiga maior fricção na área.

– Uma dica é abrir mais os lábios vaginais, assim o clitóris fica um pouco mais exposto e aumenta a sensibilidade na região – ensina Cláudia.

Leia também
:: Muitas curtidas, pouco sexo! Uso do celular na cama pode afetar sua vida sexual
:: Pesquisa: as mulheres estão curtindo mais o sexo que os homens e gozando melhor

Cavalgada ao contrário

Variação da cavalgada, aqui você se acomoda sobre o pênis do seu parceiro, ficando de costas para ele. O ângulo de entrada do pênis nessa posição facilita o alcance do ponto G. Somado a isso, você tem o caminho livre para o seu clitóris, podendo se tocar durante a penetração e aproveitar a soma de sensações. E vale lembrar: o estímulo do clitóris, aliás, não deve ser deixado de lado na hora do sexo. Para muitas mulheres, essa é a única maneira de atingir o clímax.

De ladinho

Nessa posição, seu parceiro ou parceira tem liberdade para controlar o ritmo da penetração. Por outro lado, seu clitóris fica livre, leve e solto para vocês darem toda a atenção que ele merece. Afinal, conforme afirma Rita, “a única função do clitóris é dar prazer para a mulher”. Para Cláudia, essa posição tem ainda um bônus:

– Tem muita mulher que fica constrangida em se tocar na frente do parceiro, mesmo durante a transa. Num sexo de conchinha, não tem essa questão, e ela se sente mais à vontade para se explorar.

Black And White Lol GIF

Sentada na cara do seu parceiro

Ninguém mais cai nessa de que sexo oral não é sexo, né? Ainda mais que muitas mulheres só chegam ao orgasmo dessa maneira no sexo com uma companhia. Se no sexo oral você precisa dar indicações do que gosta ou de onde a língua deve estar (e as sexólogas destacam que você sempre deve falar para o seu parceiro o que você quer), aqui nesta sugestão é você quem está no comando. Sem contar a excitação que acompanha o momento, é um caminho (quase) certo para o orgasmo.

Leia também
:: Martha Medeiros: Faz sentido dizer que sexo vale menos que amor?
:: Dor durante o sexo: saiba o que causa o desconforto e quais as formas de tratá-lo

Leia mais
Comente

Hot no Donna