Filósofa e escritora Carol Teixeira lista 5 coisas que eles não sabem (mas deveriam) sobre o prazer feminino

Foto: reprodução
Foto: reprodução
A pedido de Donna, a filósofa e escritora Carol Teixeira, autora do livro “Bitch”, lista cinco coisas que eles não sabem (mas deveriam saber) sobre o prazer feminino.

Por Carol Teixeira

Sendo colunista de sexo e uma mulher solteira (como eu sempre digo, esta versão um pouco mais hardcore da Carrie Bradshaw do Sex in the city), vejo muito claramente coisas que os homens ignoram em relação ao prazer feminino. E como as mulheres não têm tanto o costume de dizer o que gostam na cama, o sexo às vezes fica prejudicado em meio a essa falta de comunicação. Isso tudo, somado a uma cultura que nunca priorizou o prazer da mulher, impede muita gente de ter aquele sexo maravilhoso que todos queremos. O que eu sempre sugiro é que as mulheres façam isso que vou fazer aqui: falem.

1 – Mulher ama receber sexo oral

Ela ama (mais do que os homens imaginam) e precisa de tempo para gozar (bem mais do que eles imaginam). Sexo oral não é uma coisa que se faz rapidinho, como um detalhe só na hora das preliminares. Se os homens soubessem o quanto se destaca o cara que faz um bom sexo oral, dariam muito mais importância para isso ao invés de ficar naquele clima falocêntrico de “britadeira”.

2 – O tempo da mulher é diferente do tempo do homem

Ainda falando em tempo: o tempo da mulher no sexo é completamente diferente do tempo do homem – e é justamente esse ritmo mais lento que leva a um sexo mais satisfatório para todos. Tanto que no tantra se diz que a mulher é quem deve conduzir a relação sexual. Mas, em nossa cultura, acabou se estabelecendo o contrário: o homem, com essa ânsia do orgasmo (e deseducado pelo filme pornô) acaba geralmente “ensinando” a mulher no início de sua vida sexual.

3 – Tente descobrir o que ela curte

Muitas mulheres ainda fingem orgasmo (infelizmente). E muitas têm dificuldade de falar o que gostam. Por isso, o ideal é o cara dar uma insistida, trazer à tona esse assunto, tentar realmente descobrir o que ela curte para que o sexo fique incrível para os dois. Até as mais liberadas trazem algum traço dessa repressão sexual feminina que muitas vezes vem de forma velada. Seria importante o homem entender mais sobre isso pra ajudar nessa abertura.

4 – O trajeto é tão importante quanto o orgasmo

Para as mulheres, o trajeto é tão importante quanto o orgasmo, e a ansiedade masculina às vezes atrapalha isso. O sexo não é uma corrida pelo orgasmo, é muito mais todo o caminho percorrido pra chegar lá.

5 – Foque no clitóris

Eles não têm noção da importância do clitóris. A maioria das mulheres só goza com algum estímulo direto no clitóris e não em cinco minutos como em um vídeo pornô. O clitóris é o principal órgão sexual feminino, mas muitos não entendem isso. Eles deviam focar mais lá. E para os homens seria ótimo porque tiraria essa responsabilidade excessiva (e opressora) que eles colocam na ereção.

Leia mais
:: #GozaNaMinhaBoca: por que o prazer feminino incomoda tanto
:: Pesquisa: as mulheres estão curtindo mais o sexo que os homens e gozando melhor
:: Sexo meia-boca? Saiba o que pode estar atrapalhando seu desejo

Leia mais
Comente

Hot no Donna