Silicone ajuda homens a conquistarem o corpo ideal

Implantes aumentam coxas, peitoral, panturrilhas e bíceps

Foto: ANNE-CHRISTINE POUJOULAT

Com preguiça de passar horas na academia e esperar um longo tempo pelos resultados, muitos homens têm optado por um caminho mais rápido para obter a aparência de músculos durinhos e definidos: os implantes de silicone. Em formatos especiais que se adaptam às linhas masculinas, os implantes estão se tornando mais frequentes e requisitados, mostrando que o procedimento não é exclusivo da mulherada.

– Eles estão aprendendo a não ter medo de agulhas e de preconceitos da sociedade quanto a serem vaidosos. Estão aderindo à prótese de silicone para aumentar o peitoral, a panturrilha e os glúteos – conta Arnaldo Korn, diretor do Centro Nacional – Cirurgia Plástica.

A preguiça é o principal motivo que leva os homens à mesa de cirurgia, explica o especialista, ressaltando que a pressa masculina é grande demais para investir em resultados a longo prazo.

– Muitos reclamam que não conseguem ganhar massa muscular nessas regiões do corpo, como o tórax, e por esse motivo optam pelo implante no peitoral que deixa com aspecto de músculos muito bem definidos.

Além do tórax, os implantes mais procurados são glúteos e panturrilhas, que engrossam pernas muito finas e remodelam os contornos do corpo – as próteses de panturrilha chegam a vir em dez tamanhos diferentes, escolhidas de acordo com a necessidade.

Cabe ressaltar que o implante de silicone só pode ser feito a partir dos 18 anos, uma vez que é a partir dessa idade que as estruturas osteomusculares e a pele são consideradas totalmente desenvolvidas. O procedimento, de maneira geral, consiste em uma incisão na pele e no encaixe do silicone por baixo do músculo, com anestesia peridural ou geral e alta em 24h. No caso de implante no peitoral, o paciente deve passar uma semana em repouso total. Dependendo do caso, a volta às atividades normais ocorre entre sete e 15 dias.

Leia mais
Comente

Hot no Donna