Tendência internacional, Porto Alegre ganha restaurante com clima de balada

300 Cosmo Dining Room abre de terças a domingo na Capital

Foto: Maurício Gonçalves

É um restaurante? É um bar? É uma balada? Não. É tudo isso ao mesmo tempo, reunido sob um conceito que já faz sucesso em cidades como Nova York, Buenos Aires e São Paulo e que agora chega a Porto Alegre. Inaugurou este mês, no bairro Moinhos de Vento, o 300 Cosmo Dinning, espaço que reúne gastronomia, bebidas e até um espaço para degustar charutos, tudo em um ambiente contemporâneo que favorece a convivência.

Sentar e curtir o momento. Essa é a principal vocação do local, de acordo com o proprietário, Tiago Escher.

? Queremos que as pessoas não tenham pressa de ir embora. Toda a equipe está treinada para deixar o cliente à vontade até a hora que ele quiser ? diz.

Especialidade de alguns dos chefs mais badalados da atualidade, a cozinha do 300 é a nikkei. Traduzindo, é a mistura da culinária japonesa com a peruana, com muitos toques de ousadia e modernidade. Algumas das iguarias mais apreciadas do cardápio são os Camarões Al Ají e o Salmón Passion.

Também há uma extensa carta de drinques que conversa com a proposta do restaurante ?um dos mais pedidos é o Spiced Special, elaborado com pimenta rosa, gengibre, frutas vermelhas e vodca. Na pequena carta de vinhos, o destaque fica com os refrescantes rosés franceses, que combinam com a leveza dos pratos.

Antes de abrir as portas do 300, Tiago foi buscar inspiração em restaurantes como o nova-iorquino Tao e a franquia Osaka, presente em cidades como Lima, Buenos Aires e São Paulo. Pela clara referência que faz a seus primos mais antigos, é comum ver clientes do 300 comentando que o ambiente lembra este ou aquele lugar em cidades que visitaram recentemente.

No prato, as habilidades do chef Luís Yagui ganham o público pelos olhos e pelo paladar. Mas a grande estrela do 300 é mesmo o ambiente, que revela a alma do local. Modernos, amplos e aconchegantes, os espaços onde ficam os comensais escurecem conforme avança o horário.

Depois das 23h, o DJ levanta o volume da música e a iluminação colore e inspira. O som anima, sem impedir que a conversa continue. No mês que vem, o 300 ganha pista de dança no segundo andar da casa.

As últimas do Donna
Comente

Hot no Donna