Ter filhos depois dos 30 anos pode aumentar a expectativa de vida das mães, diz pesquisa

Foto: Pexels, reprodução
Foto: Pexels, reprodução

“– E o bebê quando chega?”. O famoso questionamento é velho conhecido das mulheres que preferem esperar para aumentar a família. Não é novidade que muitas sintam-se cobradas a engravidar antes da baixa da fertilidade, mas agora elas contam com uma boa defesa. Isso porque uma pesquisa feita pela Universidade de Coimbra, em Portugal concluiu que mulheres que engravidam depois dos trinta anos vivem mais.

Os resultados foram baseados na análise da expectativa de vida de mulheres de 28 países europeus que tiveram filhos dos 20 aos 30 anos. A pesquisa levou em conta dados coletados entre os anos de 2004 e 2013 e comparou a estimativa de vida das entrevistadas aos 65 anos com a idade que tiveram seus filhos.

“A expectativa de vida das mulheres aos 65 anos cresce de acordo com o aumento da idade que engravidaram. Em outras palavras, mulheres que tiveram filhos mais velhas, vivem mais”, declarou um dos pesquisadores. “Isso justificaria incentivar que elas engravidem mais tarde”, completou.

Leia mais
:: Bebê à vista: 8 ideias para contar da gravidez de uma forma diferente
:: Kate Middleton conta que teve “sentimentos confusos” após a primeira gravidez
:: Desde a gravidez: a música acalma o bebê e estimula a criatividade

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna