Direto da SPFW, 7 looks plus size que dão uma lição de estilo

Desde segunda-feira, esta que vos escreve está completamente imersa em mais uma temporada de São Paulo Fashion Week. Nos intervalos da correria entre sala de imprensa, backstage e sala de desfiles para cobrir todos os detalhes para a Revista Donna (espia o que rolou aqui! #autojabá), aproveitei para clicar algumas moçoilas plus  que passaram por lá. Tentei buscar meninas que tivessem a ver com os mais variados estilos: romântica, rocker, fashionistooona, descoladinha… E o melhor: cada uma usa peças ou abusa de truques de styling que podem funcionar no nosso dia a dia. Duvida?

Aqui no Um Plus a Mais
:: Por que uma mulher plus size ser finalista do Miss Peru é tão empoderador

:: Lojas Renner lança linha de roupas plus size
:: Por que Ashley Graham é uma das modelos plus mais incríveis da vez
:: Emissoras de TV rejeitam comercial de grife plus por ser “sexy demais”
:: Estilista dá a melhor resposta a anúncio preconceituoso de peças plus size
:: Depois de perder 70kg, top desmistifica peças claras para plus size em editorial
:: Mulher é chamada de gorda em pichação no muro de casa e responde: “Faltou o linda”

 

Dá uma espiada aqui para se inspirar também!

Cropped: pode sim!

Aliás, DEVE, se tiver a ver com o seu estilo. No look, o top cropped funciona para dar aquele toque de estilo à calça preta. E reparou que é listradinho? E na horizontal? Ou seja, para jogar por terra (e pisotear de salto 15!) naquelas regrinhas antiquadas de que listras devem ficar fora do closet das gurias GG. Para completar, flatform de tiras, tendência master da temporada, combinandinho com a bolsa vermelha a tiracolo. Nota mental: preciiiso aprender a usar coque alto bagunçadinho! Descolex que só.

Moça da foto: Lauren Souza, 27, estilista

IMG_2647

 

Garota romântica

Sim, no fundo esse vestido com golinha Peter Pan é romântico e tem um quê londrino (tipo Alexa Chung!), mas ele me lembra instantaneamente a musa gótica mirim Vandinha Adams!

wednesday

Só que o da Vandinha tem mangas compridas e a gola um pouquiiinho diferente, reta).

Ele funciona bem tanto para você, gordjénha, quanto para a amiga magrinha por conta da modelagem – que não é nem justa e nem larga, e valoriza o busto. Aliás, se você tem pouco peito e quer “turbinar” a comissão de frente, golas mais próximas ao pescoço costumam dar esse efeito. Já para quem tem peitão e quer disfarçar, vale decotes em V ou U. Ok, desviei do assunto, né? Voltaaando! O sapatinho oxford tem tudo a ver com o mood agender – e é a saída perfeita para quebrar a fofura de vestidos.

Moça da foto: Lilian Hilário, 25, estudante de moda

IMG_2648

Leia também
:: Xô, rótulos! Melissa McCarthy explica por que não usa o termo “plus size”
:: Yes, we r fit! Porque ser gordinha não é sinônimo de ser sedentária
:: Agora é que são eles! Agência de Gisele cria divisão para modelos plus size
:: Musa! Modelo plus size Ashley Graham posa nua para capa de revista Maxim

Fashionishhhta de saia lápis

Confesso que, de cara, a moça me chamou a atenção por conta do casacão verde, que é quase igual a um que eu tenho. Mas aí reparei que o look dela tem muitas referências que ando amando ultimamente, e que são bem tendencinha. Já começo com a saia lápis branca (gorda pode, ok? ok!) de listras, peça que é bem raro ver meninas maiores usando – e aqui ainda tem as famigeradas listras. Por baixo do casaco, um coletão estruturado – moderninho até dizer chega! Nos pés, tênis branco, um dos sapatos mais vistos aqui na Bienal.

Moça da foto: Camila Anjos, 22, blogueira

IMG_2645

Clássica, pero no mucho

A produção abaixo tinha tudo para se manter no tradicional: calça preta + camisa branca. Tudo certinho, tudo ok. Mas aí vem o toque fun que muda completamente o visual: se tivesse só a bolsinha, o look já ganharia um up. Mas quando a camisa também entra na onda, com a estampa de emoji, a produção foge do lugar-comum. Dica boa para incrementar os looks do dia a dia: adicione um acessório divertido (vale bolsa, colar, sapatilha, brinco, anel) e voilá!

Moça da foto: Daniane Damore, 25, personal stylist

IMG_2644 (1)

Conforto na potência máxima

Para enfrentar a maratona de desfiles sem passar o dia incomodada com aquela blusa muito justa ou o sapato que aperta, só mesmo optando por um look beeem confortável. Mas é semana de moda, né? E ninguém quer parecer basicão demais. É o caso da gata da foto, dona de um cabelão roxo de babar. A moça escolheu duas das peças mais confortáveis do closet: legging e camiseta, mas de um jeito bem bacana. A calça, por exemplo, é metalizada, tudo a ver com apostas que acabamos de ver na passarela – e ainda reforça que gordinha pode usar brilho sim! Amarradinha na cintura, no melhor estilo 90’s, uma jaqueta bomber com estampa tropical, ideal para aqueles dias de ventinho. E os acessórios, hein? Fazem apenas TODA a diferença!

Moça da foto: Daylane Cerqueira, 28, produtora de moda

IMG_2646

E NÃO É SÓ ISSO!

Aproveitei que tava lá e pedi prazamigue clicarem alguns dos looks mais honestinhos que usei na semana. Mas não reparem que é roupa de jornalista na correria, viu? Looonge de superprodução!

Vai ter couro sim!

Não precisa ter medo de usar roupas de couro, viu? Eu também tinha, e muito, achando que ia marcar horrores (coisa que, aliás, me incomoda bem menos hoje em dia). Até que, numa passeada por liquidação, achei um vestidinho de couro pra chamar de meu – mas não, não é o da foto! Usei tanto o pobrezinho que ele furou (sério), até que achei esse no início do ano e caí de amores. Servia, era preto (amo!), com tachinhas e em um comprimento confortável para trabalhar. Virou um dos meus coringas, porque ele é neutro – vai bem com tênis, como na foto, com salto, sapatilha -, mas não básico, sabe como? Minha dica de vida: pretinho mais arrumado é sempre um salvador das pessoas atrasadas em dia de preguiça fashion!

IMG_2436

Plissado é vida!

Eu sempre fui obcecada por saia plissada, talvez desde o tempo de Chiquititas (lembra do uniforme do orfanato?). Mas quem é GG sabe que não é fácil encontrar modelos plissados pra gente: ou fica armado demais, ou os plissados ficam parecendo uns amassados porque foi pensado pra alguém que veste no máximo 42. Não que isso seja problema se você amou a peça, sabe? Mas no meu caso, eram coisas que incomodavam. Quando achei essa saia, foi puro amor: comprimento ok, até poderia ser um pouquinho mais longa para ficar no campo mídi, fecha na cintura e não fica com tanto volume (que é legal em muitas peças, vale frisar). Na parte de cima, uma cropped de couro que eu quase chorei quando experimentei e serviu em mim – porque, como a maioria das plus sabe, o braço gordinho é sempre um problema na hora de comprar blusa. Quando comprei a saia, já imaginei essa combinação, mas não tinha tido coragem de usar até a fashion week – em que, no fundo, a gente se permite ousar mais, né? Gostei tanto que já quero repetir semana que vem! Lição do look: pode cropped, pode pedacinho da barriga de fora, ninguém vai te apontar e dar risada, sabe? E, bem, se apontarem, dá risada da pessoa de volta porque certamente essa tem pouco o que fazer em casa pra ficar julgando os outros.

IMG_2277

Me contem: curtiram? Querem ver mais post sobre moda e looks por aqui? Me contem o que vocês acham bacana por aqui ou pelo thamires.tancredi@revistadonna.com :)