Top Ashley Graham é a primeira modelo curvilínea a estrelar campanha da H&M

Mais um feito para o currículo de Ashley Graham – e uma vitória para todas nós, que estamos longe de vestir 36. Desta vez, a top foi escolhida como garota-propaganda da coleção de inverno 2016/2017 da fast fashion sueca H&M, a linha Studio.

Aqui no Um Plus A Mais
:: Para ficar de olho: conheça 3 novas marcas de roupas plus size cheias de estilo
:: Top Model Plus Size RS: concurso busca novas modelos GG no Estado
:: Esporte para todas! Nike escolhe modelos plus size para nova campanha
:: Por que a música “Gordinha”, de César Menotti & Fabiano, NÃO É uma homenagem às gordas
:: Anitta se apresenta ao lado de bailarinas plus size no Criança Esperança
:: Por que essa foto de Ashley Graham andando de bike é tão inspiradora – para gordinhas ou não
:: Gorda Flor: modelos negras plus size posam para ensaio inspirador
:: Repórter do Extra é vítima de gordofobia e interrompe entrevista ao vivo para responder

E porque isso é tão incrível?

Diferente das outras campanhas para as quais Ashley foi clicada – como a linha curvy da Levi’s ou até a capa da Sports Illustrated sobre diferentes tipos de beleza -, agora não há nenhuma menção à silhueta da modelo. Não é uma coleção plus size ou “curvy”, e a H&M não fala nada explicitamente sobre inclusão ou levanta a bandeira do body positive.

Aqui, a H&M faz: ao escolher uma modelo curvilínea, com coxas grossas e quadril largo – e, afinal, com corpo mais próximo ao da maioria de suas clientes -, a grife reforça, sem dizer uma palavra, que uma mulher que “foge aos padrões” (muitas aspas aqui!) é tão bonita quanto qualquer outra. Ao vestir peças que, habitualmente, veríamos no corpo de uma modelo padrão nos comerciais, Ashley e a H&M reforçam a ideia de que a moda precisa ser inclusiva. Mais do que isso: coloca em prática o conceito da representatividade, ao escolher uma garota curvilínea para ocupar o lugar que seria, pela “tradição”, somente de uma modelo a la Victoria’s Secrets.

Espia mais cliques da campanha na galeria:

E olha o que a própria Ashley acha disso:

“Quando era mais nova, eu não tinha exemplos a seguir de mulheres curvilíneas, principalmente porque eu não via essas mulheres representadas em grandes campanhas. A minha esperança é que as jovens mulheres que compram na H&M me vejam e lembrem que não existe uma única definição de beleza ou um tamanho perfeito”, disse.

É tudo o que a gente deseja também, gata!

Veja também
:: Como passei das blusas largas para a saia lápis e o top cropped (e como isso me faz bem)
:: 5 looks plus size que são a cara do outono/inverno gaúcho

:: Direto da SPFW, 7 looks plus size que dão uma lição de estilo
:: Por que uma mulher plus size ser finalista do Miss Peru é tão empoderador
:: Lojas Renner lança linha de roupas plus size
:: Modelo plus size Ashley Graham contracena com Joe Jonas em novo clipe
:: Depois do Facebook, Instagram “acidentalmente” deleta foto de jovem plus size usando biquíni
:: Após negra vencer o Miss EUA, Ashley Graham pede: “agora coloquem mulheres curvilíneas”
:: Jovem dá a melhor resposta a haters que criticaram seu corpo em foto de maiô
:: Levi’s lança coleção de calça jeans plus size

UPDATE!

O blog ganhou sua própria página no Facebook! Clica aqui para conhecer (e dar aquele like amigo! haha)

pluscardnovo