É diversidade que fala? Campanha de cuecas foge dos estereótipos de “machão” e “gostosão”

Aqui no blog, a gente vive enaltecendo campanhas bacanas que trazem mulheres dos mais diversos biotipos. Pouco a pouco, a mulher curvilínea e gorda está saindo da tal “cota fora do padrão” na publicidade, na TV, nas revistas – e fazemos questão de comemorar cada pequeno passo. Para quem passou anos e anos sem se reconhecer, cada etapa vale muito, não é? Mas o caminho ainda é longo, bem sabemos.

Por mais que as mulheres sofram muito mais com a cobrança para estar (ainda) dentro dos padrões e a pressão estética, não dá para fechar os olhos e esquecer que muitos homens também passam por isso. Pode até ser mais tranquilo para eles ter uma barriguinha de cerveja, mas é fato que os caras gordos, por exemplo, também enfrentam dificuldades comuns a nós: da dificuldade para encontrar roupa ao bullying e preconceito. E ainda existe o estereótipo do machão, né? A cobrança por ser garanhão, por ser forte o tempo inteiro… E deusulivre derrubar uma lágrima!

Aqui no Um Plus A Mais
:: Por que Ashley Graham não considera “mulher real” um elogio
:: Gordas na telinha: Um Plus a Mais ganha programa semanal ao vivo
:: Por que, afinal, as pessoas estão tão preocupadas com os seios da Bruna Marquezine?
:: Beleza em dose dupla! Ashley Graham posa para campanha de biquíni ao lado da mãe
:: Barriga, celulite e estrias sem filtro: youtuber mostra seu corpo como é para inspirar outras mulheres

É por isso que achei tão bacana a nova campanha da Mash, que retrata homens dos perfis mais diversos: tem cara gordinho, magrinho, baixo, alto, de cabelo mais comprido, mais velho… E tem três caras negros – não tem nada que eu deteste mais do que comercial que se diz diverso e coloca uma pessoa negra apenas, só para “dizer que tem”. No meio deles, está o ator Bruno Gagliasso, garoto-propaganda da marca – que, inclusive, ajudou a pensar no reposicionamento da marca. Ele próprio, aliás, já fez o papel de gostosão em outros anúncios da própria Mash – e que bom ver que a empresa repensou seus conceitos, né? Mesmo que, provavelmente, influenciada pela onda do body positive na publicidade (ninguém é boba, mores!), iniciativas assim são sempre válidas. O próprio Bruno comentou a mudança de pensamento da marca:

– Foi muito mais recompensador a experiência de não ser só um garoto propaganda, mas de ajudar a chegar, depois de muitas conversas, em um resultado positivo capaz de inspirar pessoas de verdade, não só mais uma propaganda de cueca clichê. Existe, na verdade, uma objetificação dos corpos em geral na publicidade que, de maneira nociva, acaba refletindo nos padrões de beleza tidos como “aceitos” pela sociedade. É interessante notar como algumas marcas, especialmente a Mash, têm entendido a importância de valorizar o que é real e desmitificar a ideia de corpo perfeito. Temos que acabar de vez com essa história de padrões. Chega de rótulos. Vivemos em uma sociedade muito mista e diversa, querer encaixar as pessoas em padrões é algo que não faz mais sentido, nem para a propaganda, nem para a vida real. Temos que valorizar a diversidade, respeitar e estimular, cada vez mais, que as pessoas se amem como são. Pra mim foi um alívio! Foi a primeira vez que não tive a pressão de preparar o meu corpo para estar do jeito que esperavam, dentro de padrões e, principalmente, do chamado “corpo perfeito”. Além disso, estive à vontade para mostrar outros lados da minha personalidade. Falar que eu uso saia e tenho calça de oncinha foi libertador – contou o ator no Instagram.


Um alívio ver anúncio de cueca que não tenha um cara sarado e todo besuntado de óleo, né? Parece até que só os gostosões podem usar cueca. E os outros 95% da população que prefere usar cueca, veste o quê, sabe?

O tema da campanha da Mash também é bem bacana: “Confortável é ser quem você é”. Tem até os boys tirando aquele enchimento que os modelos costumam usar nos anúncios de cueca, sabe?

 

Boaaa, Mash! Que inspire outras marcas por aí – masculinas também!

 

Veja também
:: Alalaô! Uma seleção de peças plus size para montar seu look de Carnaval – e arrasar nos bloquinhos

:: As melhores marcas plus size de moda praia para encontrar o biquíni do seu verão
:: Semana de moda de NY apresenta desfile com modelos plus size; inspire-se nas tendências

:: Look de Fabiana Karla no Emmy Internacional quebra mitos sobre moda plus size
:: Modelos plus size desfilam na SPFW e comemoram: “As pessoas precisam saber que o gordo existe”
:: Por que essa foto de Ashley Graham andando de bike é tão inspiradora – para gordinhas ou não

 

Plus a Mais também no Face!

O blog ganhou sua própria página no Facebook. Clica aqui para conhecer (e dar aquele like amigo! haha)

pluscardnovo